E também Adotar As Telas Alongadas

28 Feb 2019 18:28
Tags

Back to list of posts

<h1>A Web , 10 Anos Que Abalaram O Mundo</h1>

<p>Lan&ccedil;amentos de celulares comprovam que ind&uacute;stria consolida tend&ecirc;ncias tecnol&oacute;gicas e de design. Os novos recursos s&atilde;o os mais novos consensos no universo da ind&uacute;stria m&oacute;vel, a julgar pelos lan&ccedil;amentos de smartphones no decorrer do Mobile World Congress (MWC), em Barcelona, na Espanha. As tecnologias n&atilde;o s&atilde;o algumas nem sequer surgiram pela superior feira de tecnologia do mundo, mas foram consolidadas no MWC desse ano. As 7 fabricantes que desfilaram seus lan&ccedil;amentos por l&aacute; sugeriram novos aparelhos com uma dessas caracter&iacute;sticas no momento em que n&atilde;o com todas juntas.</p>

<p>A Alcatel, por exemplo, foi a primeira do mundo a apadrinhar as telas alongadas em todo teu portf&oacute;lio, e tamb&eacute;m englobar reconhecimento facial. Al&eacute;m de amparar as telas alongadas, Asus e Sony, por tua vez, implementaram sistemas de intelig&ecirc;ncia artificial no funcionamento das c&acirc;meras e bateria. Em conversas com G1, os executivos dessas tr&ecirc;s corpora&ccedil;&otilde;es, que aderiram a estes recursos pela primeira vez, explicaram por que a ind&uacute;stria embarcou nesta onda.</p>

<p>Como a Guia Completo Pra Tornar-se Um Empreendedor Digital De Sucesso maneira de interagir com os recursos do smartphone &eacute; a tela, apostar pela amplia&ccedil;&atilde;o dessa &aacute;rea de contato entre usu&aacute;rios e o que o celular tem a doar foi alguma coisa natural, disseram eles. A corpora&ccedil;&atilde;o a estrear as telas mais amplas foi a LG, ao expor o G6 no MWC de 2017. No mesmo ano, algumas aderiram ao formato, como Xiaomi, Samsung e Apple.</p>

<p>O que ela fez foi aumentar a altura da tela sem acrescentar sua largura. “A propor&ccedil;&atilde;o de 18:Nove fornece um melhor aproveitamento do smartphone, com uma tela maior, mas com um tamanho menor”, comenta Fernando Pezzoti, presidente da Alcatel no Brasil. “O fregu&ecirc;s quer mais tela. O mundo inteiro quer mais tela. H&aacute; quanto eu escuto reclama&ccedil;&atilde;o de que cliente n&atilde;o compra borda, compra tela”, explica Marcel Campos, diretor global de marketing da Asus. Apesar de v&aacute;rios filmes n&atilde;o se introduzir perfeitamente nesta tela alongada, o que deixa faixas pretas nas laterais, desenvolvedores de aplicativos j&aacute; come&ccedil;aram a fazer adapta&ccedil;&otilde;es. O movimento conta com um advogado interessante: o Google, dono do sistema operacional presente em 4 a cada cinco smartphones.</p>

<ol>

<li>Profissional de private equity</li>

<li>1 Classifica&ccedil;&atilde;o de produtos</li>

social-network-logos.jpg

<li>Muro de Trump zoom_out_map</li>

<li>Encurtar brutalmente os riscos do neg&oacute;cio ao passar o Mecanismo F&Aacute;CIL</li>

</ol>

<p>Ao anunciar os novos displays, a LG os chamou de tela de cinema. Era mais um excesso, para explicar o novo conceito, do que algo pr&oacute;ximo do real. “Ela tentou fazer essa correla&ccedil;&atilde;o, que &eacute; muito interessante, mas isto est&aacute; em um modelo muito menor”, diz Campos. Isso j&aacute; que as telas de cinema t&ecirc;m 21:9. O que o novo modelo fez mesmo foi distanciar o celular do formato modelo das TVs, de 16:9. Isso poderia dificultar a chegada de filmes feitos pra nova telona do celular. Isto se ele perdurar e n&atilde;o for substitu&iacute;do por outro, pelo motivo de neste instante h&aacute; varia&ccedil;&otilde;es.</p>

<p>“Se voc&ecirc; lembrar dos tempos de telefone smartphone, a tela era grande, Depois diminuiu. Fizeram tela colorida e ela aumentou. Veio c&acirc;mera, e a tela aumentou. Veio smartphone, e a tela aumentou. A gente n&atilde;o domina o que vem na frente. De repente inventam um uso que &eacute; distinto e muda essa tend&ecirc;ncia tamb&eacute;m”, comenta Joe Takata, gerente de produtos da Sony. Ideias Empreendedoras Que Deram Certo &eacute; o reconhecimento facial.</p>

<p>Ele d&aacute; ao celular a compet&ecirc;ncia de ser destravado, depois de reconhecer em um rosto os tra&ccedil;os faciais registrados. Se o iPhone X, da Apple, fez surgirem algumas pessoas tentarem burlar teu sistema de reconhecimento facial, foi a Samsung a adicionar na primeira vez esse tipo de reconhecimento biom&eacute;trico em um smartphone, o S8.</p>

<p>“J&aacute; existe reconhecimento facial existe um &oacute;timo tempo, no entanto est&aacute; ficando mais maduro agora”, diz Campos, da Asus. Pezzoti, da Alcatel, comenta que a inclus&atilde;o do sistema pra trocar senhas alfanum&eacute;ricas e em forma de c&oacute;digos por rostos foi feita para ser mais pr&aacute;tico. “&Eacute; s&oacute; observar para o seu smartphone e ele desbloqueia sozinho. Necessita de Tudo, At&eacute; Livros mais do que p&ocirc;r a senha ou fazer aqueles risquinhos que deixavam marcas na tela? S&oacute; que, apesar de se alastrar muitos aparelhos, o reconhecimento facial n&atilde;o &eacute; l&aacute; muito confi&aacute;vel. Nem sequer para que pessoas o adota. “Ainda dessa maneira n&atilde;o &eacute; t&atilde;o rapidamente e t&atilde;o seguro quanto a impress&atilde;o digital”, diz Campos.</p>

<p>Nem sequer a Apple, que eliminou teu sensor que l&ecirc; impress&otilde;es digitais, abriu m&atilde;o da hip&oacute;tese de existir forma diferente de desbloquear seus aparelhos. Reconhecimento facil do Xperia ZX2, novo smartphone da Sony. “A gente fez pergunta de deixar o reconhecimento de digital, porque ainda &eacute; o jeito de forma acelerada e mais seguro de voc&ecirc; desbloquear o teu telefone e acessar os dados que s&atilde;o essenciais para voc&ecirc;”, diz Campos.</p>

<p>S&oacute; que o leitor de digitais ganhou fun&ccedil;&otilde;es adicionais al&eacute;m da de destravar o celular. Realmente compensa Ser Um Empreendedor No Brasil? , o sensor d&aacute; certo como um mousepad, que controla o painel de notifica&ccedil;&otilde;es (deslizando o dedo a respeito do leitor, &eacute; poss&iacute;vel maximizar ou minimizar o menu de controles e at&eacute; visualizar os avisos de aplicativos).</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License